Os seis maiores mitos de SEO

SEO

SEO

As estratégias de SEO são dinâmicas se considerarmos que os algoritmos dos motores de busca passam por constantes atualizações de tempos em tempos. A título de exemplo, podemos citar o Google Panda 4.0, que foi o último “update” do buscador mais famoso do mundo e trouxe diversas mudanças nas perspectivas dos especialistas do SEO.

Esse dinamismo cria constantemente diversas novidades e, na mesma proporção, os mitos. Sim, aquelas ideias equivocadas sobre otimização que ganham popularidade na web, mas que não possuem o mínimo embasamento verídico e sequer foram testadas por especialistas.

Acompanhe, a seguir, seis mitos do SEO que podem confundi-lo:

1- SEO é igual a ranking nas redes sociais

Não é bem assim. Evidentemente, um engajamento nas redes sociais contribuirá para a construção de autoridade da marca e, em consequência, classificações elevadas de usuários sobre sua empresa na rede. Porém, existe uma enorme diferença entre correlação e causalidade.

O acúmulo de retweets e curtidas, por exemplo, não conseguirá mover seu site ou página para as primeiras colocações dos buscadores.

Ou seja: não é a publicidade nas redes sociais que irá causar as melhores posições no Google. Isso porque o algoritmo não considera sua autoridade nesses ambientes de interação online, mas principalmente outros fatores.

2- SEO é apenas links e palavras-chave

Trata-se de um mito construído pela própria evolução do SEO, afinal, até pouco tempo, as principais estratégias para ranqueamento eram fundamentadas em construção de links e palavras-chave.

Ambos continuam sendo táticas essenciais para um bom SEO. No entanto, a otimização não é composta apenas de métodos simples, e os buscadores têm relevado cada vez mais a real autoridade do seu negócio, tanto em meio físico quanto virtual. Em suma, isso significa que quanto maior for o investimento em sua marca e na construção do seu negócio, melhor será a sua posição nas pesquisas.

3- SEO Técnico está morto

Os mecanismos de busca estão valorizando o conteúdo e o contexto no qual as palavras-chaves são inseridas. Sim, é fato. Mas isso não quer dizer que táticas como otimização de URLs, metas tag, redirecionamento e outras estratégias de SEO técnicos estejam “mortas”.

É extremamente importante que os especialistas compreendam as noções da parte técnica do SEO para incluí-las durante a otimização de um site, blog ou e-commerce para conseguir melhores resultados.

4- Implementei todas as estratégias. SEO finalizado

Não, não se engane. Na realidade, a otimização nunca está acabada, já que, como mencionamos logo no início, o SEO é dinâmico.

Em uma analogia simples, é como uma estrada repleta de curvas, e é necessário estar constantemente atento às mudanças, melhorando o que já foi feito e implementando novas táticas quando os algoritmos sofrem “updates”.

5- Pagar AdWords garante melhor ranqueamento

Primeiramente, é fundamental lembrar que otimização não é o mesmo que links patrocinados. Enquanto a primeira é trabalhada dentro da busca orgânica – os resultados naturais advindos de pesquisas dos internautas –, o segundo é um serviço de publicidade do Google que não tem nenhuma relação com o SEO.

Portanto, evidentemente, não são comparáveis. Com o AdWords, sua marca será exibida como um anúncio na lista do buscador, mas não será um resultado orgânico.

6- As estratégias para mensurar resultados de SEO nunca mudam

Uma única forma de mensuração não deve existir no cenário de resultados do SEO. Toda estratégia para medir deve refletir dados consistentes, trazendo informações substanciais sobre o que deve ser ajustado, modificado ou recuperado na otimização.

Mas, para que isso seja possível, se acomodar somente em uma estratégia de mensuração não é aconselhável. Novamente, o SEO muda de tempos em tempos, e isso inclui as ferramentas para análise de resultados.

O ideal é fazer estudos aprofundados – e isso inclui estatísticas e análises de comportamento dos internautas –, buscando identificar todas as variáveis do conjunto estratégico de SEO implementado.

—–

Artigo de Hildebrando Trannin, publicado originalmente no iMasters.

DialHost
DialHost

Contamos com nosso DataCenter no Brasil de alta qualidade, estabilidade e confiança para hospedar seu site. Utilize poderosas ferramentas para otimizar o uso do seu serviço e seja sempre atendido de forma rápida e clara pelo nosso atendimento 24h.