O que é CMS, como funciona e quais os mais utilizados em 2018

Helder Tobias Desenvolvimento, PHP

O que é CMS: saiba tudo sobre Content Management System e conheça os 3 mais utilizados pelos sites da internet

Com as transformações digitais pelas quais passamos nos últimos anos, estar online deixou de ser opcional para as empresas e se tornou uma necessidade quase que ‘vital’, seja por meio de um site, de um blog ou de um sistema de e-commerce. a

A estratégia traz muitas vantagens e pode ajudar o seu negócio a acelerar as vendas e a manter presença de marca na internet. No entanto, muitas empresas que ainda não tem um espaço na web, alegam falta de recursos, de mão de obra e de habilidades técnicas para criar.

Os Sistemas de Gerenciamento de Conteúdos (CMS), termo originado do inglês Content Management System, surgiram para solucionar estes problemas e democratizar a publicação na web.

Para esclarecer melhor sobre o tema, reunimos as principais informações sobre o assunto. Continuando a leitura, você encontrará a seguinte estrutura:

[gs-fb-comments]

Tópicos

O que é CMS

Em 1997, a empresa Typo3, visando a facilitar a vida dos criadores de site, criou o conceito e o primeiro CMS.

Na prática, o sistema é utilizado para criar, gerenciar e publicar conteúdos na internet, de forma simplificada e intuitiva, sem que seja necessário possuir conhecimentos avançados de desenvolvimento web.

O CMS foi muito bem aceito no mercado, exatamente porque possibilita total autonomia sobre os conteúdos disponíveis em seus sites, blogs ou sistemas de e-commerce.

Além disso, se mostrou economicamente favorável, porque dispensa custos com assistência especializada para simples manutenções de rotina.

índice

Como funciona o Content Management System

Todos os sites da web são desenvolvidos utilizando diversas linguagens específicas, como HTML, PHP, Javascript, entre outras.

O que o CMS faz é exatamente organizar, a partir de um sistema único, toda esta parte “difícil” do desenvolvimento de um site.

Na prática, a programação já está pronta na plataforma, para que seja personalizada pelo usuário e assim obter o resultado final que é o site pronto.

Os CMS apresentam um painel de controle, que contém campos a serem preenchidos e alimentados com conteúdos em texto, imagens, vídeos, etc.

Todos esses conteúdos ficam salvos em um banco de dados no servidor de hospedagem do site de forma segura.

Embora existam opções de CMS pagos, os mais utilizados são gratuitos e open source. Isso significa que possuem código livre, aberto, criado e mantido por desenvolvedores espalhados pelo planeta.

índice

Vantagens de uso de um CMS

Existem muitas vantagens para as empresas que utilizam um bom CMS. Uma das principais é a gama de recursos facilitadores disponíveis.

A indexação, por exemplo, permite que os usuários pesquisem por atributos como datas de publicação, palavras-chave ou por autor. Além disso, também podem segmentar suas por categorias e tags dentro do site.

Outro destaque são os recursos de revisão. Eles permitem que um conteúdo feito por um usuário com permissões básicas possa ser revisado, autorizado ou revogado por outro usuário com permissões de administrador.

índice

Os 3 CMS mais utilizados

A W3Techs – Web Technology Surveys divulga relatórios que mostram as tendências de participação de mercado para CMS’s desde agosto de 2017. O atual foi feito neste mês (ago/2018).

Confira a lista dos 3 CMS mais utilizados e com maior participação de mercado, segundo o ranking mencionado.

  1. WordPress
  2. Joomla
  3. Drupal

1. WordPress

Utilizado por mais de 31% de todos os sites da internet, o WordPress está em primeiro lugar no ranking da W3Techs.

É feito para todos, com ênfase em acessibilidade, desempenho, segurança e facilidade no uso, conforme define o próprio site oficial.

A organização acredita na democratização da publicação de conteúdos e nas liberdades que acompanham o código aberto.

Fundado em 2003 por Matt Mullenweg, o WordPress surgiu pela necessidade, já naquela época, de uma plataforma de publicação pessoal simples, elegante e bem estruturada.

Inicialmente a plataforma era mais focada em Blogs. Hoje o WordPress pode ser usado para praticamente todos os tipos de sites, sendo eles institucionais, empresariais, pessoais, sistemas de e-commerce e muito mais.



índice

2. Joomla

Em segundo lugar no ranking da W3Techs, o Joomla!, fundado em 2005, é o CMS utilizado por 3,1% dos sites na internet.

É também gratuito, de código aberto e é construído em uma estrutura que permite a criação de aplicativos online avançados.

O Joomla! é um dos CMS mais populares, graças à sua comunidade de desenvolvedores e voluntários, que garantem que a plataforma seja amigável, extensível, multilíngue, acessível, responsiva e otimizada para SEO.

Além disso, dos 3 maiores, de acordo com o ranking, ele é considerado o meio termo entre a complexidade do Drupal e a simplicidade do WordPress.

O Joomla! pode ser usado para diversos tipos de sites, como corporativos, intranets, revistas, jornais, publicações online, e-commerce, governamentais, pessoais, etc.

índice



3. Drupal

Em terceiro lugar no ranking da W3Techs, o Drupal é o CMS utilizado por 2% dos sites na internet e é também um software livre e de código aberto.

Entre os CMS’s apresentados, o Drupal é o mais antigo, tendo sido criado em 2001, por Dries Buytaert e também o que mais exige conhecimento técnico para instalação, edição e atualizações.

O CMS possui excelentes recursos padrão, com facilidades para a criação e gestão de conteúdos, sempre focadas no desempenho e na confiabilidade.

O Drupal pode ser utilizado em diversos tipos de projetos, desde os mais simples até mesmo aos mais complexos.

índice



Qual é o melhor CMS para sites?

Como vimos, os três CMS que estão no topo do ranking fazem praticamente a mesma coisa, e o seu uso deverá ser definido de acordo com a sua necessidade. Desta maneira, é muito importante que você analise calmamente algumas variáveis para que seja escolhida a melhor plataforma para o seu caso.

Pense, por exemplo, quais são os objetivos do seu projeto e quais as funcionalidades que serão necessárias para implementar.

Outro fator que é preciso considerar é o nível de dificuldade de seu uso, comparado com as habilidades de quem for operar o CMS após instalado.

índice

Por que sua empresa deve adotar o uso de um CMS?

A web, embora seja extremamente ‘nova’, conta com novidades que surgem ‘todos os dias’. Um exemplo é a evolução do HTML para o HTML 5 e do CSS para o CSS 3. Os sites precisam estar preparados para as constantes mudanças, sem impactar os resultados.

Por isso, vamos reunir abaixo as principais razões para convencer você a adotar um CMS para o seu site.

  • Adição de recursos extras como extensões e plugins;
  • Alterações no visual de forma simplificada;
  • Aplicação de técnicas de SEO;
  • Área administrativa de fácil acesso de qualquer local sem a necessidade de softwares específicos;
  • Atualização automática de segurança;
  • Atualizações automática de linguagens;
  • Baixo custo de atualização e manutenção;
  • Criação e edição de conteúdos;
  • Criação e edição de URLs amigáveis para otimizar SEO;
  • Escolha de diferentes templates;
  • Logs de acesso;
  • Mais segurança com o uso de banco de dados;
  • Organização dos conteúdos hierarquicamente;
  • Otimização de velocidade de carregamento do site;
  • Painel de controle com suporte a vários idiomas;
  • Realização de ajustes de SEO de forma rápida;
  • Responsividade automática;

índice

Hospedagem focada em CMS na DialHost

Ao se tornar um cliente DialHost, a empresa disponibiliza o auto instalador de aplicativos onde estão disponíveis diversos CMS além desses três que abordamos neste post.

Para instalar, é simples: ao acessar o painel de controle do seu plano de hospedagem, encontre a opção “auto instalador” e conte com a instalação facilitada e intuitiva com poucos cliques. Mais informações aqui.

índice

Conclusão

Esperamos que com este post você tenha aprendido o quanto é importante utilizar um CMS no seu site.

Pudemos ter contato com o significado, a história, entender como funciona e quais as vantagens de utilizar um gerenciador de conteúdo no seu site, blog ou sistema de e-commerce.

Por fim, pontuamos os três CMS mais utilizados em todo o planeta, e que a escolha da plataforma ideal se dá após uma criteriosa avaliação, levando em consideração as características do seu projeto.

E você? Qual CMS utiliza? Conte pra gente aqui nos comentários!

índice

Compartilhe

Última atualização: 10 de setembro de 2018