Conheça o Gutenberg: o novo editor de texto do WordPress

Marketing, Notícias

Nesta quinta-feira (2/8) o WordPress lançou uma nova atualização (4.9.8) que, como sempre, apresentou muitas novidades, entre elas, a implementação de um novo plugin de edição de texto, batizado de Gutenberg.

De acordo com o codex do CMS, além desse novo recurso de edição, a atualização inclui 18 correções de privacidade focadas em garantir consistência e flexibilidade nas novas ferramentas de dados pessoais que foram adicionadas na versão 4.9.6. Este blog post é uma adaptação das informações originais, sob a ótica dos benefícios que a ferramenta trará aos produtores de conteúdo que utilizam o WordPress.

O que é o Gutenberg

Matt Mullenweg, músico e criador do CMS WordPress define o recurso como uma nova experiência para os criadores de conteúdo:

O editor criará uma nova experiência de criação de páginas e posts, que facilita a escrita, além de possuir “blocos” que facilitam a utilização de atalhos, HTML personalizados ou descoberta de links invisíveis. – Matt Mullenweg

The editor will create a new page- and post-building experience that makes writing rich posts effortless, and has “blocks” to make it easy what today might take shortcodes, custom HTML, or “mystery meat” embed discovery. — Matt Mullenweg

O recurso já vem disponível na nova atualização, mas, no entanto, ainda não é ativado por padrão, o que deverá ocorrer na versão 5.0 do WordPress.

Ao acessar o painel de controle, você ainda poderá optar se utiliza ou não o recurso, sendo necessária a instalação do plugin, caso opte em testar a ferramenta.

Gutenberg WordPressEsse é o período onde o CMS irá observar a utilização pelos milhões de usuários para, posteriormente, tornar o editor Gutenberg padrão no WordPress. O Gutenberg é uma grande iniciativa, e haverá maneiras de garantir que a funcionalidade existente continue funcionando, permitindo que os desenvolvedores tenham tempo e caminhos para fazer a transição de forma eficaz. Além disso, segundo informações no site do CMS, o novo editor possibilitará novas oportunidades para os desenvolvedores de plug-ins e de temas, visando a melhor atender aos usuários por meio de uma experiência visual muito mais envolvente.

Utilizando o Gutenberg

Fizemos a instalação do plugin aqui na DialHost e gostamos muito da novidade. Na prática, o editor realmente apresenta, de forma perceptível, uma nova ótica para quem produz conteúdos para a web. Em sua estrutura, a principal característica que identificamos é a divisão por blocos, que permite ao usuário mais maleabilidade e uma visão estratégica do seu artigo, o que, para nós, é uma uma percepção visual genial, diga-se de passagem, de como o artigo será exibido após publicado. Aliás, um adendo, o que diferencia o WordPress de outros sistemas “é que ele permite que você crie um layout de post tão rico quanto você possa imaginar”. O plugin Gutenberg trata o editor como muito mais do que um campo de conteúdo, modificando o layout de edição, que está praticamente inalterado há quase uma década.

Uma tela de edição 100% interativa

Gutenberg WordPress

Ao utilizar o Gutenberg é possível experimentar a criação de conteúdos com foco na usabilidade e na simplicidade, colocando em prática o famoso “menos é mais”. A interface da edição ocupa o centro da tela, livrando a visão de possíveis distrações que podem surgir durante o processo de criação e edição de conteúdo. Além disso, os blocos que dividem não somente os parágrafos, mas os campos para inserção de imagem, vídeos e códigos embed, fazem da experiência muito mais rica. É possível arrastá-los para cima ou para baixo, moldando o formato do conteúdo da forma que desejar, nos dando visão geral de como o conteúdo será exibido.

Etapas de implementação

Segundo o site, Gutenberg tem três etapas planejadas para sua implementação. A primeira é a inclusão definitiva, que deverá ocorrer na versão do WordPress 5.0, com foco total na edição e implementação da organização do conteúdo por blocos. Esta mudança abrirá caminho para  as etapas posteriores, planejadas para serem implementadas em 2019, que vão além do post para os modelos de página e, em última análise, para a personalização completa do site, e isso irá impactar de forma significativa ca experiência em lidar com os sites e blogs que utilizam o WordPress.

Colaboradores

Como todo e bom open source, o Gutenberg é construído por muitos colaboradores e voluntários. A lista pode ser visualizada neste neste link.


Compartilhe

Última atualização: 11 de setembro de 2018