23 motivos para investir em automação de marketing

content marketing

Content marketing

Marketing de conteúdo deixou de ser tendência para se tornar realidade por mostrar, ano após ano, que é capaz de gerar resultados por aumentar a credibilidade e criar um vínculo mais forte e duradouro com o público. Nos EUA, empresas que utilizam o marketing de conteúdo obtiveram o dobro de leads em comparação com as que não utilizam, a um custo quase um terço menor. No Brasil, apenas as grandes companhias vem investindo em estratégias de conteúdo. As pequenas e médias empresas, justamente as que mais teriam a ganhar, ainda resistem em utilizá-la. A partir de um estudo realizado pela Newscred, reunimos abaixo 23 dados e estatísticas para ajudá-lo na sua decisão de incluir o content marketing em seu orçamento para 2015.

78% dos executivos de marketing consideram o conteúdo como o futuro do marketing;
79% das empresas estão adotando estratégias de conteúdo como forma de fortalecer suas marcas;
70% dos executivos de marketing consideram conteúdo mais efetivo que anúncios em revistas, mala direta, assessoria de imprensa e relações públicas;
92% dos profissionais de marketing B2B usam estratégias de marketing de conteúdo. No B2C são 82%;
Blogs geram 434% mais indexação de páginas e 97% mais indexação de links no Google;
37% dos executivos de marketing afirmam que o blog é o que mais agrega valor para o marketing;
Empresas cujos blogs são abastecidos diariamente geram cinco vezes mais tráfego para o site do que empresas que não possuem blogs;
Empresas com blogs ativos conseguem gerar 97% mais leads;
Conteúdo de qualidade aumenta engajamento e lealdade à marca;
Conteúdo interessante é uma das três principais razões pelas quais as pessoas seguem marcas nas redes sociais;
70% dos consumidores preferem conhecer marcas e empresas por meio de conteúdo do que em anúncios;
78% dos consumidores acreditam que empresas que produzem conteúdo de qualidade estão interessadas em estabelecer bom relacionamento com seu público;
68% dos consumidores gastam o seu tempo com conteúdo de marcas com as quais estão interessados;
60% dos consumidores passam a ter uma visão mais positiva da empresa após ler seu conteúdo no site;
58% dos consumidores acreditam em conteúdo editorial;
46% das pessoas afirmam que o layout do site é o critério número 1 para avaliar a credibilidade de uma empresa;
Posts com vídeos atraem 3 vezes mais links do que textos;
57% dos executivos de marketing B2B consideram SEO o maior gerador de leads e que a criação de conteúdo é a estratégia mais efetiva de SEO atualmente;
Possibilidade do consumidor avaliar e fazer resenhas dos produtos aumenta a taxa de conversão em 105%;
Consumidores que recebem e-mail marketing gastam 83% mais em suas compras;
Executivos de marketing investem 1/3 de seu orçamento em conteúdo;
54% dos executivos de marketing afirmam que aumentarão seu orçamento para conteúdo nos próximos 12 meses;
Para obter os mesmos resultados, o marketing de conteúdo necessita de investimento 62% menor do que em ações tradicionais de propaganda.

—-

Artigo publicado no iMasters.

DialHost
DialHost

Contamos com nosso DataCenter no Brasil de alta qualidade, estabilidade e confiança para hospedar seu site. Utilize poderosas ferramentas para otimizar o uso do seu serviço e seja sempre atendido de forma rápida e clara pelo nosso atendimento 24h.

Campanhas de Natal: ainda dá tempo!

campanha email marketing natal

Mãos à obra que ainda dá tempo de colocar sua campanha no ar!

Ho ho ho! O Natal está chegando! Segundo o e-Bit, esta é a data que mais movimenta o comércio eletrônico. Pessoas com listas de presentes cada vez maiores e tempo cada vez mais curto desejam aliar a praticidade e a economia à experiência de compra. Com tantas oportunidades, você já tem sua estratégia de e-mail marketing para conseguir aumentar as vendas e fazer da sua loja um sucesso neste Natal, certo?

Ainda não?

Calma, vamos te ajudar.

Primeiramente, vamos a algumas datas-chave para o envio das mensagens. Programe-se:

  • Datas próximas à primeira parcela do 13º salário. A primeira parcela deve cair na conta dos trabalhadores até o dia 30 de novembro. Ou seja, estamos muito perto já! Com esse dinheiro extra em mãos, os consumidores se sentem mais engajados para comprar e antecipar suas compras. Um bom argumento para enviar esta mensagem seria: “Antecipe suas compras de Natal e fuja da correria. Receba seus presentes no conforto da sua casa”.
  • Primeiros dias de dezembro. Neste instante, todos já estão pensando nas compras de Natal. Aproveite para enviar para oferecer praticidade, com o argumento de que ele não precisa enfrentar lojas e shoppings lotados.
  • Até sete dias antes do Natal. Essa é a hora de pegar quem deixa tudo para a última hora. Essa campanha pode ter um apelo “não deixe ninguém sem presente, compre aqui, entrega garantida até o Natal”. Mas atenção: apenas garanta a entrega até a data do Natal se puder cumprir o prazo. Nada mais decepcionante para o cliente se ele estiver confiante no seu prazo e ele não se cumprir.

 

Depois de estabelecermos as datas, vamos a algumas outras “sacadas” para fazer aquela campanha super vendedora:

Segmente sua base: sim, a gente sempre insiste nesse ponto, mas acreditem, segmentar é sucesso garantido! Aproveite o histórico das compras realizadas pelos usuários de sua base de e-mails, formada ao longo do ano. Aí, segmente os envios das campanhas de acordo com o padrão de comportamento demonstrado em datas anteriores pelos clientes. Por exemplo: seu cliente comprou muitos livros. Prepare um e-mail marketing com dicas de livros e de séries ou filmes baseados em livros!

 

Reveja as campanhas de e-mail do ano anterior. Se sua empresa já fez outras campanhas, reexamine-as e liste:

  • O que funcionou e o que não deu certo?
  • Qual indicador-chave de desempenho foi adotado?
  • Sua taxa de cancelamento de assinatura aumentou como consequência de envio de mensagens com maior frequência neste período?
  • Qual peça foi mais eficaz?
  • Quais ofertas tiveram os melhores retornos?
  • Houve aumento de reclamações pelo conteúdo ter uma natureza muito promocional?

 

Essa avaliação é importante para ajudar a traçar as estratégias para este ano, não cometer os mesmos erros e criar uma campanha altamente relevante para o cliente.

Promoções exclusivas para o Natal: Todo mundo ama promoção e descontos, eles são uma das melhores maneiras de atrair tráfego para o seu site, fomentar as vendas e até mesmo aumentar o ticket médio delas no período. Se as promoções forem boas, elas vão viralizar e poderão atrair mais clientes.

Aproveitem as dicas e tenham um Natal bem cheio de novas conversões!

DialHost
DialHost

Contamos com nosso DataCenter no Brasil de alta qualidade, estabilidade e confiança para hospedar seu site. Utilize poderosas ferramentas para otimizar o uso do seu serviço e seja sempre atendido de forma rápida e clara pelo nosso atendimento 24h.

Consistência e coerência de marca no marketing digital

Consistência e coerência de marca

Imagem ilustrativa: Consistência e coerência de marca

O movimento iniciado em meados da década de 90 tomou impulso com a chegada do novo milênio. O comércio eletrônico, as redes sociais e a vida virtual trouxeram crescimento perceptível do marketing digital. Pensar em uma marca hoje sem pensar em estratégias que pelo menos te apresentem no meio digital pode ser realmente arriscado.

Ao mesmo tempo, temos que pensar que o mercado digital se torna mais um meio de comunicação ou um conjunto de mídias. Ele deve ser usado para confirmar, ampliar e ressaltar o posicionamento estratégico da sua marca perante o público que deseja ser alcançado ou mantido.

Com base nisso, o primeiro passo a definir antes de se aventurar no mercado digital, e também na gestão de qualquer marca em termos de marketing, é entender o conceito de  marca. Marca é um conjunto de associações e sensações percebidas pelo cliente ou cliente potencial e que atribuem valor ao produto ou serviço oferecido.

Uma marca de sucesso trabalhará os aspectos acima com grande consistência e coerência trabalhando e equilibrando estes dois conceitos, seja em redes sociais, e-mail marketing, landing pages, atendimento online, etc. Enfim, em todos os pontos de contato digital que a empresa oferece junto ao seu público.

Um pouco mais de consistência em suas ações digitais

Pensar em consistência de marca é pensar na aplicação de todo elemento da marca para passar a promessa da sua empresa sem falhas em qualquer ponto de contato.

Para criar um exemplo prático, analisemos um pouco a marca Coca-Cola. A Coca-Cola, em seus 128 anos,  é uma marca referência no que se diz respeito a consistência de marca.

Para início de análise peguemos o Twitter, Facebook e a própria página da marca, no Brasil. Podemos ver uma identidade forte do vermelho e a utilização da garrafa exclusiva que demonstra grande consistência gráfica em todos os pontos de contato. Ao mesmo tempo o trabalho é feito de forma que não fica cansativo aos públicos do canal.

Além disso sua forma de comunicação sempre vem para reforçar um lado social do compartilhamento do refrigerante com amigos ou o que eles chamam de viver o “lado Coca-Cola da vida”.

Seja coerente com sua proposta e seu cliente não te abandonará

Existem estudiosos que defendem que uma marca deve se preocupar muito mais com a coerência do que com sua consistência. Isto quer dizer que não adianta muito você se preocupar com padrões gráficos ou conseguir tocar seu cliente em todos os pontos de contato se sua promessa não for coerente com o posicionamento da empresa. Sendo assim, qualquer tipo de interação entre cliente e empresa deve ser um reflexo daquilo que é pregado pela marca.

Voltemos a um exemplo prático deste conceito no mercado digital. Em junho deste ano, tivemos uma ação, feita pela Google, sobre a cobertura da Copa do Mundo. Apesar de brincar com a consistência da marca através dos divertidos Doodles, a empresa trabalha coerentemente com seu posicionamento de organizar e simplificar o acesso a informação no mundo. O trabalho emotivo que complementa o destaque de informações temporariamente relevantes ao público cria grande envolvimento destes com a marca.

Em outro exemplo, na simples ação de busca, a empresa consegue refletir plenamente seu posicionamento. Qualquer busca que envolvesse algum time participante da copa viria com um resultado completo sobre jogos, grupo, escalações da seleção e etc. Resumindo, toda informação pertinente que o cliente deseja de forma agradável e coerente.

Conclusão

Como pudemos ver, o mercado digital se trata de um novo ponto de contato entre marca e público. O mesmo, quando trabalhado como uma extensão do posicionamento da empresa e trabalhando em conjunto com outras ações, se torna cada dia mais um ponto estratégico para reforçar o posicionamento da empresa de forma consistente e coerente.

Ainda não existe, porém, um consenso sobre se é mais eficaz trabalhar a consistência ou a coerência. A coerência deve ser de fato levada como pilar das ações de marketing se unindo à consistência de marca. O que não pode acontecer é o engessamento da marca devido ao exagero da consistência. Ou um não reposicionamento dela para atender mercados que mudam constantemente devido a uma coerência sobre um posicionamento ultrapassado.

 

Felipe Moraes
Felipe Moraes

Gerente de desenvolvimento na DialHost, Designer Gráfico formado pela Universidade FUMEC, Minas Gerais e Pós graduando em Branding pelo Centro Universitário UNA, possuo interesse em design de interação e interfaces. Trabalha com programação e criação para web, desde 2006. Apreciador de Bacon, Pudim e music Tag.